segunda-feira, 16 de maio de 2011

Resenha do livro "Coesão e Coerência Textuais"

FÁVERO, Leonor. Coesão e coerência textuais. 2. Ed. São Paulo: Ática, 1993.

             A um bom texto bastam somente as palavras? Em um texto o mais importante é transmitir a mensagem independente da forma como é apresentada? Fávero, uma das mais acentuadas lingüistas brasileiras, em sua obra Coesão e coerência textuais, expõe que, muito além de ser somente um conjunto de enunciados, para que haja sentido, são necessárias a coerência e a coesão. São esses dois fatores os objetivos da obra, na qual a autora trabalha com base em exemplos retirados de textos de autores como Carlos Drummond de Andrade, Millôr Fernandes e Luís Fernando Veríssimo, entre outros.
         Fávero visa a uma sistematização geral de aspectos observáveis na produção de textos, ou seja, apresenta uma denominação de dois dos fatores de textualidade, que são a coesão e a coerência. Dentro desse ponto de vista, conclui-se que uma obra parte das funções sociais tais como se apresenta na conversação, passando em seguida para as categorias mais abstratas da língua. Levando em consideração a língua oral e a escrita, não substituindo esta por aquela, mas mostrando que o estudo de ambas as modalidades deve fazer-se paralelamente.
         A autora tem conhecimento e autoridade bastantes para tratar o assunto. Sua metodologia propõe exemplificar, por meio de textos populares, o que somente em teoria seria de difícil compreensão. Sabe-se que, em obra que vise aprimorar um determinado assunto, o leitor necessita de um prévio conhecimento relativo ao tema. A linguística, como ciência, não foge à regra, e não basta somente a leitura do livro de forma independente de outras obras para absorver o que nele é apresentado.
Considerando tal fato, uma pessoa interessada em aprimorar seus conhecimentos não sofrera maiores dificuldades na compreensão do texto. O esforço dispensando para a leitura de uma obra acadêmica fará com que a mesma se torne mais acessível, a partir do empenho e familiaridade como o modelo de texto utilizado.
          Como se pode observar no livro, a coesão e a coerência são fatores distintos, porém interdependentes. Enquanto a coerência indica uma unidade lógica entre os enunciados, a coesão estará representada pela conexão entre os diversos enunciados que possam existir no texto.
       Portanto, o livro é, sem dúvida, uma importante ferramenta para aprimorar os conhecimentos linguísticos, oferecendo ao leitor uma explicação e apresentando dois fatores constantemente utilizados, roa de forma correta, ora de forma equivocada.

Bárbara Gonçalves
Dáffini Barcelar
Gislaine Pereira
Marineide Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário